Chat Online

Vacinas na Infância: Quais São Obrigatórias

Como você sabe, existem vacinas obrigatórias na infância e todos devem tomá-las adequadamente. Isso porque, além das crianças estarem mais suscetíveis às diversas doenças, também é importante fazer a imunização para que se tornem adultos saudáveis.

E não é só isso: quando uma criança não toma vacina, ela pode gerar um surto de doenças na região em que vive. Assim, vacinar-se é importante para garantir a saúde de milhares de pessoas.

Quer saber mais a respeito das vacinas obrigatórias? Continue acompanhando a leitura para conferir quais são as principais que seu filho deve tomar!

VACINAS OBRIGATÓRIAS NA INFÂNCIA

Hepatite A

Essa vacina tem dose única e serve para evitar a inflamação do fígado, causada por um vírus transmitido por meio de água e de alimentos contaminados. Apesar de existir a hepatite fulminante, que pode levar à morte, ela não é tão frequente. Já a comum não apresenta complicações.

Sua duração não é longa (leva de 2 a 6 meses) e nem sempre manifesta sintomas. Quando apresenta, os mais comuns são febre, náuseas, icterícia, urina escura, dor abdominal e muscular, fadiga, vômitos, entre outros. A vacinação contra Hepatite A costuma ser feita por volta dos 15 meses ou aos 4 anos, caso não tenha sido tomada anteriormente.

Poliomielite

A vacinação contra a poliomielite, antigamente conhecida como paralisia infantil, consiste em 3 doses intramusculares (aos 2, 4 e 6 meses) e duas doses de reforço orais (aos 15 meses e aos 4 anos). Essa doença é causada por um vírus também transmitido por alimentos e água contaminada, além do contato com pessoas infectadas. Felizmente a doença já foi erradicada em diversos países devido à vacinação obrigatória.

Febre amarela

A febre amarela é causada pela picada de um mosquito afetado pelo vírus. Quando a pessoa infectada apresenta sintomas, o quadro costuma ser preocupante e representa grande risco à saúde. Para se prevenir dessa doença é preciso tomar a vacina por volta dos 9 meses e reforçar a dose a cada 10 anos aproximadamente. Geralmente a vacinação logo no início da vida da criança é feita apenas quando ela reside em área de risco.

Tetra viral

Ao contrário das anteriores, a tetra viral protege a criança de um conjunto de doenças, sendo elas: catapora, rubéola, caxumba, varicela e sarampo. A vacina é aplicada em uma única dose aos 15 meses e deixa a pessoa amplamente prevenida contra vírus que, geralmente, são contraídos durante a infância.

Meningocócica

A meningocócica é a vacina de imunização contra a meningite. São duas doses: a primeira é feita aos 2 meses e a segunda aos 4, além disso é feito um reforço por volta dos 12 meses até no máximo os 4 anos de idade. Essa é uma doença caracterizada pela inflamação das membranas que ficam em volta do cérebro.

Sua causa depende do tipo de meningite, sendo elas: viral, fúngica ou bacteriana. Delas, a última é a mais preocupante, pois pode representar grandes riscos à saúde, sendo indispensável vacinar seu filho para evitar complicações.

É importante estar atento ao calendário de vacinas obrigatórias na infância, uma vez que logo nos primeiros meses de vida já existem algumas a serem tomadas. Lembre-se que algumas delas necessitam de doses complementares para que surtam o efeito correto. Além disso, não deixe de fazer check-up regularmente.

Gostou de entender um pouco mais sobre a vacinação na infância e sua importância? Então, não deixe de compartilhar este post com seus amigos nas redes sociais para garantir a saúde de todos!